Anatel – Medição de Banda Larga

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e o Ministério das Comunicações apresentaram, na tarde desta quarta-feira (29), detalhes do projeto de medição da qualidade da banda larga fixa no Brasil, previsto para ser iniciado em outubro. Entre os critérios de medição, estão a disponibilidade mensal da rede, a velocidade média da conexão e velocidade mínima.

Jarbas valente, presidente substituto da Anatel, afirmou durante a entrevista que, nos 12 primeiros meses do projeto, a velocidade média mensal deverá corresponder a pelo menos 60% do pacote contratado. A exigência aumentará com o tempo. A velocidade mínima oferecida ficará a 20% no início do projeto, mas também deve subir. Com os resultados, afirmou a Anatel, será possível conhecer a qualidade do serviço e adotar medidas necessárias para o cumprimento de metas de regulamentação estabelecidas.

Na prática, um usuário que contrata internet de 1 Mbps (megabit por segundo) deverá receber no mínimo uma conexão de 200 kbps (kilobits por segundo). Já a média mensal da conexão deve ficar em 600 kbps. Os valores aumentarão depois do primeiro ano – a média mensal deve chegar a 800 kbps, por exemplo.

Serão recrutados inicialmente 12 mil voluntários no país, que receberão gratuitamente um medidor de parâmetros de qualidade da internet. Os interessados em participar podem se inscrever no www.brasilbandalarga.com.br até dia 29 de outubro — a escolha será feita via sorteio eletrônico. No mesmo site, há uma ferramenta que permite a qualquer usuário fazer a medição (sem que ela seja considerada pela Anatel). Os primeiros resultados obtidos com a coleta devem ser divulgados em dezembro deste ano.

1
Olá, seja bem vindo a VaiNet Tecnologia, como podemos ajudar?
Powered by